Teologia.site - o site da teologia
Biblia
Estudos Bíblicos
ESCOLHA O IDIOMA | CHOOSE THE LANGUAGE

A IGREJA QUE NASCEU NO SHAVUOT

(Publicação: 21/04/2018)

Uma grande comemoração


Shavuot O maior dia da Igreja de Jesus, que deveria ser estrondosamente festejado pelos cristãos, está completamente esquecido em um calendário pagão.


Segundo a Bíblia, a Igreja de Jesus nasceu no dia de “Pentecostes”, conforme Atos 2.


Pentecostes é o nome grego de uma festa judaica, que nos originais hebraicos se chama “Shavuot” e significa "semanas", uma festa ordenada por Deus em Êxodo 34:22.


Talvez o fato de uma denominação cristã não comemorar a "data magna" da igreja de Jesus, no dia do Shavuot, seja a falta de vínculo com esta.



O Shavuot


O Shavuot é celebrado durante dois dias, e neste ano de 2019, a data do Shavuot será:
Início: Ao pôr do sol de Sábado, 8 Junho, 2019
Término: Ao anoitecer de Segunda-feira, 10 Junho, 2019
No calendário judaico a data correspondente ao dia 5 e 7 do mês de Sivan do ano de 5779.


Devido ás diferenças entre o calendário judaico e o pagão (Gregoriano) que nós seguimos, o grande dia chamado de “Quinquagésimo” (no grego “pentecostes”), e em hebraico “Shavuot”, pode ocorrer em dias diferentes a cada ano.


No Shavuot, biblicamente está se celebrando a festa das semanas ou festa das primícias, conforme:
Êxodo 34:22 - Também guardarás a festa das semanas, que é a festa das primícias da sega do trigo, e a festa da colheita no fim do ano.


Segundo a tradição judaica, o Shavuot tem uma característica muito especial.
Foi em um dia de Shavuot que Moisés recebeu das mãos de Deus as tábuas da lei, a Torá, há mais de 3.300 anos.
O rei David, nasceu em um dia de Shavuot e também faleceu em um dia de Shavuot.


Segundo a Bíblia, foi em um dia de Shavuot que a Igreja de Jesus foi fundada, em Jerusalem, conforme o capítulo 2 do livro dos Atos.



O Pentecostes


O Pentecostes, ou Shavuot, ocorre no dia seguinte após 7 semanas(49 dias) depois da páscoa, ou seja, no quinquagésimo dia depois da páscoa.


Por ser no qüinquagésimo dia, foi chamada no novo testamento de festa do “qüinquagésimo”, em grego “pentecostes”, palavra esta que curiosamente permaneceu no grego “πεντηκοστή = pentecostes” e não foi traduzida. Isto talvez devido ao forte antisemitismo romano por ocasião da elaboração da Vulgata, por determinação de um papa chamado Dâmaso I.


A palavra “Pentecostes” encontra-se na Bíblia em três passagens:
Atos 2.1 - Referindo ao dia da descida do Espírito Santo.
Atos 20.16 - Citado ocasionalmente por Paulo sobre sua agenda.
I Coríntios 16.8 - Ídem.


A expressão "Pentecostal" não existe na Bíblia, porém algumas denominações a usam para identificarem-se como uma igreja que crê na presença, na manifestação e nos dons do Espírito Santo para os nossos dias, o que é fato, e não para identificarem-se como a igreja original do Shavuot, o que seria apenas subjetividade, pois as diferenças são evidentes.



O "porque" da Igreja não comemorar o dia do seu aniversário


A Igreja nascente, era totalmente composta por judeus, tendo nascido com uma identidade totalmente judaica, e em um dia muito especial para Israel que era o Shavuot.


Israel estava sob domínio romano, e todas as nações dominadas por um império, deveriam abandonar as suas tradições e suas culturas e assumir a cultura e tradições do seu dominador, destruindo completamente a sua própria identidade. Não se esperava essa mudança instantaneamente, mas ao longo de gerações. Com isto, a nação dominada era simplesmente anexada ao império, evitando revoltas e movimentos de libertação.


Já, anteriormente durante o domínio grego, isto foi feito. Os gregos conseguiram impor a língua grega como oficial em Israel, como também de todo o império sob o seu domínio. Foi por isto que todo o novo testamento foi escrito em grego. A idéia era tornar "grego" todos os povos dominados. Foi daí que surgiu a palavra "agregar".


Assim sendo, em todo o primeiro século, enquanto a igreja era liderada por judeus, o dia da sua fundação era celebrado na celebração do shavuot. Depois da morte do todos os fundadores da Igreja, que eram todos judeus, sem exceção, o Shavuot não foi mais lembrado pelos então cristãos gentios, que foram abandonando as tradições históricas e sincretizando os costumes bíblicos com os costumes romanos, esquecendo-se de que a igreja de Jesus também teve o dia do seu nascimento. A perda dessas tradições trouxe ao cristianismo uma visão muito mais religiosa do que propriamente cristã.


Assim, a partir do segundo século, a igreja de Jesus também foi engolida por essa outra cultura, e está assim até hoje.



A Igreja de Jesus é uma instituição judaica


Mas, não podemos nos esquecer que a Igreja Cristã, é originalmente “judaica”.


Isto mesmo. A começar pelo Senhor Jesus, que é o dono da igreja, que é um judeu nascido em Belém de Judá.
A Sua igreja segue os princípios da Bíblia, que é um livro essencialmente judaico.
A Igreja foi fundada em Jerusalem, uma cidade judaica.
Todos os seus fundadores, ou primeiros membros, eram, sem excessão, judeus.
As primeiras igrejas estrangeiras (gentios), nasceram dentro das sinagogas judaicas.
As igrejas cristãs do primeiro século foram todas fundadas por líderes judeus.
E, sobretudo, a igreja cristã nasceu no dia do Shavuot.


Pois é! Como um cristão, você é muito mais judeu do que podeia imaginar. Pense nisso.



Celebrando o Shavuot


Os judeus celebram o Shavuot com o acendimento de castiçais, com estudo da Torá durante toda a noite, ouvindo a leitura dos Dez Mandamentos na sinagoga e saboreando alimentos lácteos.


De alguma forma, o Shavuot deveria ser lembrado pela igreja de hoje. Se não conforme as tradições judaicas, então a moda gentílica com qualquer celebração alusiva a data e uma mesa especialmente preparada para a igreja, enfim, esta é a sua data magna. É o aniversário de fundação da maior e mais importante instituição terrena, a Igreja de Jesus.


Maior e mais importante sim, pois entre todas as instituições que existem no planeta, por mais importante que sejam, são todas passageiras, enquanto que a Igreja, além de ser de âmbito mundial, existe há mais de dois mil anos e continuará existindo adentrando a eternidade.


Então? Porque não celebrar?


(Seleção e comentários dos textos bíblicos: Pr. Walter Vaccaro).

Buscai no livro do SENHOR, e lede;
Isaías 34.16-a.
A Torah Estudos Bíblicos

COMENTÁRIOS

Deixe o seu comentário.

De: (Nome ou Pseudônimo)
Região: (Ex: Curitiba, PR, Brasil)
Email: (Não obrigatório mas desejável - Estará em total sigilo.)
Comentário: (900 caracteres ou 15 linhas)




Nenhum comentário ainda!
Seja você o primeiro.




Estudos Bíblicos
Estudos Bíblicos
X = Fechar X = Fechar

     Com sua licença!
     É muito importante a sua opinião sobre este trabalho.
     Após concluir sua leitura, deixe suas observações no formulário abaixo. Leva só dois minutos.

CONVITE:
     Deixe um endereço de email, o qual estará protegido, e receba uma vez por mês informações sobre novos estudos e cursos bíblicos que serão publicados aqui. Poderá descadastrar-se quando quiser.
     Não custa nada. Isto nos orienta a oferecer conteúdo cada vez melhor.
Participe, e tenha uma boa leitura.

X = Fechar X = Fechar